terça-feira, 23 de novembro de 2010

CALAFRIOS


Conversas inúteis, surpresas desagradáveis,
Luzes piscando, contagem de tempo.
Cansaço eterno, filmes trash,
O nono capítulo, guichê fechado.
Prazeres online, impressora quebrada,
Senha confirmada, samba da alvorada.
Concursos públicos, papéis empilhados,
Tempo perdido, ônibus atrasado.
Saldo insuficiente, noites de insônia,
Silêncio esquisito, vidros quebrados.
Fins de semana, dores de cabeça,
Preto no branco, paciência esgotada.
Ascendente astrológico, previsão de chuva,
Cheques compensados...
Então, melhor molhar a garganta.
O dia está quente demais, e já estamos suando frio...

(Célia Demézio)

sexta-feira, 5 de novembro de 2010

ROTINAS E RETICÊNCIAS


Vejo coisas qeu nem existem...
Troco letras...
Tropeço nas esquinas...
Calo por indisposição...
Faço flerte com o dia
Quando saio pela manhã...
Tudo tem aparência de novo.
Parece não sei o quê...
Uma fórmula para sorrir,
...Não ter razão para chorar...
Devo uma grana para minha analista.
Volta o calor, retorna o frio...
O clima não tem previsão.
Hoje foi surpresa...
Continuo a flertar com o dia...
Porque à noite os bares flertam comigo.
Cervejas geladas, conhaque com limão...

(Célia Demézio)
Loading...
Loading...