domingo, 25 de janeiro de 2009

RECEITA DA MADRUGADA DE INSÔNIA


O corpo fala que coração está aflito.
Também que coisa é essa de achar tudo uma graça?
Em dias de pico procuro sempre ver as horas
Pra não confundir a astronomia.
Tento fazer o melhor possível dentro do impossível.
Formas de sobrevivência...
Só falta eu me atrasar.
Mas, não que tivesse a mínima idéia...
Mas, depois boto a água para ferver...
Não sinta muita a minha falta,
E eu sentirei que você não existe.
Tamanha falta de senso minha...
Pelo menos ainda restam alguns minutos.
Se eu puder contar tudo outra vez
De traz pra frente...
Tempo... não passe tão lento assim...
Disfarçado de século 21...
Você nos engana tão bem...
E a gente descansa de tantas maneiras,
Igual ao dia anterior.
Há mil maneiras de se dar mal...
Mas, como adoro Cartola,
Estou na torcida que acabe tudo bem.


(Célia Demézio)

Um comentário:

Loading...
Loading...