quinta-feira, 9 de julho de 2009

VIAGEM


Estranho...
Novas caras à vista....
Nem se imagina tudo isso....
Pessoas novas...
Inéditas...
Novinhas em folha...
Tudo aparenta novo....
Outros cheiros...
Recém olhares...
Alguns e bons sustos...
E se ajeita aqui...
E se aleita ali....
E lá vamos nós...
Em mares nunca dantes navegados....
Ninguém lhe pertence....
E você não pertence a ninguém....
Se soltar do cotidiano....
Do que já se sabe....
Para se lançar de novo....
Bela filosofia...

(Célia Demézio)

Um comentário:

  1. Eu sinto que não pertenço a ninguém, nem mesmo ao cotidiano do que já se sabe...
    Excelente Célia

    Beijoooos

    ResponderExcluir

Loading...
Loading...