terça-feira, 17 de agosto de 2010

APOSTA


Que tenha alívio imediato,
Que não venham as dores de cabeça.
Que sobre um pouquinho no fundo do copo,
Que faça sol para secar as meias...
Que não haja reclamações no final do expediente,
Que acabe o tédio nas noitadas cheias de enxurradas.
Que se propague inteligência, e muita dose de boa vontade...
Que com ferro fere está perdido,
Porque nas pontas de seus dedos nada é mais sentido.

Pelas nossas unhas, pelas nossas sinusites, bronquites e esquisitices.
Pelos nossos pesadelos, pelos nossos delírios...

(Célia Demézio)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Loading...
Loading...